Como faz para trabalhar com UX no Brasil

No palco design da Campus Party Brasil 10 assisti a palestra do Rodrigo Medeiros, designer de interação e fundador da associação sem fins lucrativos BRU! Design de interação, que foi focada para o público que quer começar na área de artefatos digitais.

O Rodrigo falou que o design precisa ser centrado no usuário, pensando no perfil, necessidades, características e desejos. Em um ciclo onde têm a pesquisa como base é necessário: coletar histórias, analisar o contexto, ganhar empatia, observar as tendências e ter um modelo mental.

Os caixas eletrônicos dos bancos por exemplo, as instituições financeiras não pensam na experiência do correntista quando vai utilizar o equipamento. No geral, ele disse que muita coisa ainda precisa ser feita e as informações precisam chegar cada vez mais para as pessoas.

Ele citou algumas empresas que já praticam o design de interação no Brasil: C.E.S.A.R, Work & Co, Huge, Saiba +, ThoughtWorks, Catarinas Design de Interação e PorQueNão?.

Ele indicou alguns sites onde podemos encontrar mais informações sobre este tema: Blog de AI, Visual + Mente e Movimento UX. O Rodrigo também indicou dois livros para complementar o conhecimento na área: Ergonomia e Usabilidade da editora Novatec e Avaliação e Projeto no Design de Interfaces da editora 2Ab.

Pra quem quiser entrar em contato com o Rodrigo para tirar dúvidas pode acessar o site dele http://rodrigomedeiros.com.br, enviar um e-mail para rodrigo.medeiros@ifpb.edu.br ou segui-lo no Twitter @medeiros_rod.

Eduardo Paulino

Sou formado em administração. Atuo como Web Designer, Gestor de e-commerce, Blogueiro e Analista de mídias sociais. Sou o criador do site Mobilidade Sampa. Prestativo, sereno e divertido. Marketing digital, recursos humanos, tecnologia e empreendedorismo estão entre os meus temas favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.